quarta-feira, 23 de junho de 2010

Músicas de ontem, hoje e amanhã




Vcs sabem que a mais nova moda do "mundo adolescente" está sendo o
Happy Rock, que seria basicamente pessoas com roupas coloridas cantando sobre shopping, namoro e coisas suuuuper complexas e intelectuais assim. /não. pra mim esse Happy Rock tá mais pra um emocore "aprimorado"
Tem também o
Axé, com sua batida agitada, que é extremamente comum no nordeste do país /e aqui na minha cidade... ù_u
E assim vai com o funk, pagode e afins.

Já repararam como a música atual não tem mais aquelas letras mais trabalhadas, às vezes até mais difíceis de compreender e decorar? E sim, músicas que podem ser consideradas "grudentas"
(ela fica na cabeça uma semana inteira, é uó!) com letras fáceis, capazes de serem decoradas facilmente (o rebolation-tion... o rebolation-tion... ♫) e que vc escuta em cada esquina que passa! /poluição sonora

Acho que essa música mais fácil, que não estimula o ouvinte a tentar compreendê-la, ou então já vem com sua mensagem "mastigada", está afetando um pouco a capacidade intelectual das pessoas '-'

A música tem uma grande influência na vida de qualquer um. Ela é capaz de estimular o raciocínio de uma pessoa, principalmente quando esta, é instigada a pensar sobre a mensagem que está implícita ali naquela letra.

Os "novos adolescentes" (também conhecidos como pré-adolescentes) não têm mais aquela capacidade de raciocínio rápido, não exercitam mais suas mentes, afinal, não são mais estimulados à isso e, às vezes, acabam se tornando pessoas mais "devagares". E não, não estou generalizando.

Os cantores atuais não pensam mais em deixar uma mensagem para seus fãs, fazer uma letra mais complexa e mais interessante! Estão interessados no marketing da música, no dinheiro que vai entrar em caixa, e por isso fazem letras mais fáceis de compreender e decorar, mais fáceis de se transformarem em hits.

Eu sou a favor dos cantores antigos, anos 70, 80 e 90, época em que a música era feita para que as pessoas pensassem sobre o que queriam dizer...
Nos anos 70, época da ditadura militar, com os grandes artistas da MPB, como Chico Buarque, e o Raul Seixas com seu rock, criticando a ditadura através da música!
Ou até mesmo nos anos 80/90, com o Cazuza, Renato Russo, também com um estilo um pouco mais roqueiro! Aaah... Como eu queria ter vivido nessa época!

Hoje em dia, aparecem essas bandas como
Restart, Parangolé... Meu Deus! Eu, sinceramente, sinto até vergonha disso D:
Os axés e funks cariocas, em que as letras remetem basicamente ao sexo e mais nada! Por isso que o Brasil tem uma imagem tão ruim no exterior, nem mesmo os brasileiros ajudam...

Bom, esta é apenas a minha opinião. Digam o que vcs acham que será da música no futuro, comentem sobre as atuais também! :)





Ps.: Se vc tem mais de 18 anos, e gosta de Restart/Cine, tome cuidado, porque isso é banda pra meninos(as) de 15 anos no máximo. Vc deve estar com algum problema mental... Sério '-'






Eu também acho isso uma puta falta de sacanagem.

4 comentários:

Fernanda disse...

cara, vc pensa igual à mim =o
as bandas de hoje estão pessimas acho que vão piorar(infelizmente)

agora to ouvindo "Que país é esse"- Legião Urbana *---*
(quem pergunto? ¬¬ ]

Emily disse...

Tenso, tenso, tenso!
Temos que ser otimistas e pensar que as coisas vão melhorar!! \ô/ [/não
Também acho que as coisas não iram melhorar :/ [/por isso criarei uma máquinha do tempo e voltarei pra época do Cazuza e Renato Russo /não²
SAHUISAHUIASHUIASHAUIHAUI

Amo essa música *o*

Anderson Campos disse...

engraçado é que ela fala:pulta (FALTA) de sacanagem. então ela ta pronta pra querer muita sacanagem, isso sim! 8|

Emily disse...

É... Eu sei. E é exatamente por isso que esse vídeo ficou famoso XD